Notícias

18h00

Dell avança em proteção de dados e segurança

Compartilhe
Tamanho do Texto

Ao adquirir a EMC por 67 bilhões de dólares, a Dell pode se tornar uma das gigantes do mercado de Segurança da Informação. Além de fortalecer seu portfólio de proteção de dados com soluções EMC - sem dúvida, uma das razões da compra - a Dell complementa sua estratégia de SI ao incorporar a RSA ao seu business. 
Nesse sentido, a empresa está dando dois importantes passos. Primeiro, agrega ao seu portfólio soluções de SI complementares e, ao mesmo tempo, pode atuar mais fortemente nas grandes empresas, indo além do segmento das médias e pequenas.

Depois da aquisição da SonicWall, a Dell vem brigando pelas primeiras posições no mercado de Segurança e agora pode somar à sua estratégia o portfólio da RSA, mais estratégico e direcionado às grandes corporações. É bem verdade que a RSA tem vida própria. Mesmo adquirida pela EMC, a companhia continua atuando de forma independente e mantendo inclusive seu brand. 

Com as aquisições realizadas, a EMC montou um modelo complexo denominado EMC Federation, em que cada uma das empresas adquiridas faz parte do grupo, caso também da VMware e mais recentemente da Pivotal, voltada para o segmento de computação em nuvem. No primeiro momento, parece que a Dell pretende manter o sistema, dando independência de ação tanto para a VMware, quanto para a RSA. 

Entretanto, até o fechamento desta edição, tanto a Dell quanto a EMC ainda não se pronunciaram em relação ao destino da RSA. Durante pronunciamento feito ontem (12) após a compra, Michael Dell fez uma breve referência ao papel da Segurança da Informação para sua companhia. “Nossa empresa será muito bem posicionada nas áreas mais estratégicas da próxima geração de TI, incluindo transformação digital, software-defined data center, infraestrutura convergente, nuvem híbrida, mobilidade e segurança”. 

Em entrevista ao site norte-americano Bank Info Security, Eddie Schwartz, que foi CISO da RSA de 2011 a 2013, acredita que o crescente número de empresas procurando serviços gerenciados de segurança - devido aos desafios de implementar tecnologias sofisticadas por conta própria - pode ser um caminho a ser seguido. Em sua opinião, a Dell poderia empregar o seu conhecimento e os produtos da RSA para atender a essa demanda.

De qualquer forma, vale acompanhar os próximos passos da Dell, no sentido de encaminhar essa fusão de forma a se beneficiar de novas frentes de negócios e soluções. Não deixa de ser uma das mais importantes movimentações do segmento de Tecnologia da Informação dos últimos tempos, pelo gigantismo das duas empresas e pelo valor das soluções e negócios envolvidos. 

Por outro lado, existem alguns desafios. A própria SonicWall é hoje uma operação independente, inclusive com a permanência das duas marcas, como é referenciada a Dell SonicWall. No caso específico da integração com a SonicWall, o modelo também avança nos canais de venda. A ideia é integrar o time de soluções enterprise e aproveitar a cadeia de distribuição e revendas da própria SonicWall. O modelo está evoluindo, com o uso dos canais tradicionais e criação de um forte ecossistema. Vale agora acompanhar os próximos passos com mais um entrante, no caso a RSA.

Compartilhe
Tamanho do Texto
Entre em contato ou faça-nos uma visita.
Entre em contato
ou faça-nos uma visita.
Alameda Salvador, 1057.
Salvador Shopping Business, Sala 1810. Salvador Bahia.
71 3102-2442
contato@BR Defender.com.br
BR Defender
2016 - 2018. BR Defender. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo | Agência Digital